Seguidores

domingo, 24 de maio de 2009

Pele Oleosa



Por que a oleosidade da pele é maior no verão?

um fenômeno: mal começa o verão e as peles mais oleosas passam a trabalhar alucinadamente. São cerca de 900 glândulas sebáceas por centímetro quadrado espalhadas só na pele do rosto, produzindo o sebo em ritmo acelerado devido a fatores genéticos e potencializados pelo calor e sol. O brilho excessivo acompanha as mulheres o dia todo e parece não ter fim, mesmo com o uso de sabonetes ou de produtos especiais.
A maquiagem não dura, a sensação é desconfortável, os poros ficam abertos e há o risco de acnes aparecerem pelo rosto ou costas.
Em situações como essas, bate o desespero e o exagero de limpeza do rosto ou o uso de produtos inadequados podem acabar agravando o problema. Cravos e espinhas
A pele do rosto tem cerca de 900 glândulas sebáceas, nove vezes mais do que a pele de outras regiões do corpo, por isso é tão natural a ocorrência de cravos e espinhas.
A pele com acne ou espinha tem as glândulas maiores do que a pele normal ou seca.
Ela produz mais sebo, que pode aparecer em forma de cravos ou espinhas.
A oleosidade associada à ação de bactérias ou à sensibilidade à testosterona pode agravar os casos de acne. Geralmente as taxas de testosterona são normais, mas a pele oleosa tem maior receptividade à sua ação, o que gera a acne.
Existem tratamentos que diminuem a sensibilidade da pele e acabam resolvendo o problema,
O tratamento para peles oleosas e com incidência de acne é diferente do tratamento para peles apenas oleosas. A acne pode variar do grau um ao cinco e o tratamento mais eficaz e moderno é feito com vitamina A em forma ácida. Uma outra opção são os antibióticos orais associados com tratamento tópico. Tudo sempre receitado pelo dermatologista
Poros Dilatados Um dos grandes problemas das peles mais oleosas são os poros dilatados, que tiram a uniformidade da pele e dão aspecto brilhante ao rosto.
A glândula sebácea produz mais sebo e deixa o poro dilatado.
Ele fica maior porque não consegue se livrar do excesso de secreção
Uma das opções de tratamento é fazer peeling superficial com pool de ácidos – eles vão retirar as células mortas e garantir que os poros fiquem mais fechados e, conseqüentemente, a pele menos oleosa. limpeza de pele com uso de alta frequência e
A luz pulsada também pode resolver o problema porque vai fechar os poros,
diminuir possíveis manchas e controlar a oleosidade.
A vantagem é que qualquer tipo de pele pode recebê-la e não há restrições e nem período de recuperação da pele,
Para garantir resultados duradouros, é necessário completar os tratamentos com o controle da oleosidade.
Como evitar a oleosidade e o brilho excessivo

Alguns cuidados diários podem sua pele mais sequinha e sem brilho.
Não adianta nada ficar lavando o rosto a todo momento.
O segredo é fazer direito e manter a pele sempre hidratada e protegida.
O ideal é lavar bem o rosto de manhã e antes de dormir com sabonetes secativos indicados por um dermatologista.
Depois aplicar um tônico para retirar resíduos de poluição, maquiagem e do próprio sabonete.
Na hora de hidratar e aplicar protetor solar, escolha produtos oil free (livres de óleo) e que não causam obstrução dos poros.
Tome cuidado com a temperatura da água, que não pode ser quente e nem muito gelada.
Evite esfregar a toalha para secar a pele, pois isso pode causar irritação.
Se a oleosidade persiste mesmo com esses cuidados, chegou a hora de visitar um dermatologista e recorrer aos ácidos especiais ou tratamentos orais. O ácido retinóico é um dos mais usados, associado à limpeza de pele e manutenção diária.

Vantagens e desvantagens da pele oleosa
creme anti-rugas vai mesmo ficar para mais tarde para as mulheres que possuem pele oleosa. Mas isso não significa que a pele oleosa não deva receber protetor solar e hidratantes para manter-se jovem.
Outra característica positiva é que ela está mais protegida do ar condicionado e das condições climáticas.Mas nem tudo são flores no mundo da oleosidade:
Além do brilho excessivo, as peles oleosas são mais sensíveis aos hormônios, o que pode agravar a acne e deixar cicatrizes futuras.
Também é bom fugir do sol.
Num primeiro momento dá sensação de que a pele está mais seca, mas depois a produção excessiva de óleo é inevitável e pode vir acompanhada de acnes mais inflamadas
Postar um comentário

Total de visualizações de página