Seguidores

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Resumão Fotodepilação



Bonjour Chers

Se tem uma coisa chata (e dolorida diga-se de passagem) de se fazer é depilação
Eu tenho verdadeiro pavor de cera e só de imaginar aquela puxada demoníaca #aquilonãoédeDeus Mon Dieu --'  vontade de gritar infinitamente  hahahahahaha




Mas Deus é pai \o/ e este problema esta com seus dias contados \o/ isto é o que promete a fotodepilação.




Ainda não fiz uso do método mas  curiosa que sou já acompanhei algumas sessões e sei como funciona todo o procedimento, posso dizer que é a evolução em matéria de eliminação de pelos. #pulosdealegria  Abaixo um resumão sobre a técnica

Aos fatos

O que é Fotodepilação com luz pulsada e quais são as vantagens?

A Fotodepilação com luz pulsada é uma técnica de depilação indolor, eficaz, duradoura e econômica. Além disso, o método oferece inúmeras outras vantagens como, por exemplo, eliminar consideravelmente os problemas da foliculite, sem danificar a pele, como acontece nos métodos convencionais, e deixa também a pele mais macia. A Tecnologia IPL (Luz Pulsada Intensa) de Fotodepilação oferece um tratamento não invasivo para a eliminação do pelo e apresenta resultados de longa duração. A diferença da onda fixa dos lasers e da tecnologia IPL, está no controle da gradação do espectro, que lhe permite:

 • Adaptar a longitude da onda conforme a cor da pele, tonalidade e profundidade do pelo, diferentes em cada cliente.
• Tratar de maneira eficaz a maioria das tonalidades do pelo, principalmente o pelo preto, loiro escuro e o ruivo escuro, assim como todas as espessuras de pelos, do fino ao grosso.
Que diferenças existem entre a depilação laser e a luz pulsada?

Ambas se baseiam na luz para a destruição do pelo (fototermólise seletiva), mas a luz pulsada é uma técnica mais moderna que o laser, que permite tratar uma maior variedade de pelos que o laser (por exemplo, o pelo ruivo escuro, loiro escuro e as peles morenas médias), isto faz do IPL um método de depilação duradouro, eficaz, inócuo e menos doloroso que o laser.

A Fotodepilação é definitiva?

Na maioria dos casos o pelo diminui no mínimo de 80 a 85%, de forma que os poucos que reaparecem ao longo dos anos, crescem mais lentamente e são mais leves e finos. Durante o período de manutenção os poucos pelos que surgirão ao longo do tempo, tendem a ser mais finos e frágeis, podendo ser feitas novas sessões de manutenção de 1 a 2 vezes no ano ou assim que surgirem novos pelos para eliminação.

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões dependerá de diversos fatores: da cor e da espessura do pelo, o fototipo da pele, da área a ser tratada, sexo, idade e estado hormonal do cliente. A barba, pelas suas características, é considerada a área mais difícil de ser tratada, portanto, o resultado para essa região não pode ser igualado a nenhuma outra área do corpo. A duração do tratamento depende do crescimento do pelo, que também varia de uma área para outra. As primeiras sessões são mensais, com o passar do tempo são realizadas com maior intervalo entre as aplicações, já que as células da germinativa que forma o folículo, ficam cada vez mais debilitadas e o pelo demora a crescer.

É necessário cortar o pelo completamente antes de cada sessão?

Para realizar uma depilação adequada com os nossos equipamentos de luz pulsada é necessário ter o pelo num comprimento de 1 a 3 milímetros. Isso possibilita que a luz seja absorvida pela melanina do pelo convertido em calor e sirva de condutor para o folículo piloso até as células da matriz germinativas que são responsáveis pela produção do pelo.

Podem ser tratadas todas as áreas do corpo?

Podem ser tratadas quase todas as áreas do corpo, exceto mucosas, saco escrotal, ou aquelas onde o disparador possa alcançar diretamente os olhos, sobrancelhas e nariz. No caso da aréola mamaria pode ser feito ao redor da área.

Existem contraindicações?

A maior parte da população está apta a receber esse tipo de tratamento, no entanto existem contraindicações, em que o método não é aconselhado, sendo as principais: 
Pele brozeada, 
Gravidez e lactantes
Usuários de medicamentos fotossensíveis
Patologias auto-imunes
Patologias neorológicas
Patologias cutâneas
Diabetes mellitus tipo I (Insulinos dependentes)
Histórico de câncer de pele; Epilepsia
Dificuldades na coagulação sanguínea
Imuno-deficientes
Cirurgia recentes
Menores de 13 anos
Fotodermatoses (patologias fotosensibilizantes)
Sobre tatuagens e micropigmentação
Fototipos altos (mediante à avaliação na unidade).

O tratamento tem efeitos secundários?

Em alguns casos podem aparecer algumas reações como uma vermelhidão, ardor, comichão, na área tratada que desaparece em poucas horas. É recomendável a utilização do creme Não+Pêlo, que possui efeitos calmantes, regeneradores, hidratantes, componentes estes necessários para preparar e acondicionar a pele, é fundamental para eliminar os possíveis danos que possa ter por consequência do calor produzido pela fotodepilação.

#Ficadica
Beijos meus


*Postagem programada
Postar um comentário

Total de visualizações de página