Seguidores

sábado, 16 de maio de 2009

Roendo unha? Ah, corta essa!



Bonjour Chers


Saiba o que existe por trás do (mau) hábito de roer unhas
– e as soluções para parar

Bom, ninguém pode dizer que nunca roeu uma unha ou deu uma mordidinha num cantinho de cutícula. Isso é normal. Mas aqui vamos tratar do hábito de roer as unhas compulsivamente, tecnicamente chamado de onicofagia. Mais comum do que a gente pensa, pode, entretanto, causar muitos danos à saúde.
Segundo a dermatologista Marjorie Melo,esse hábito pode levar ao desgaste da unha e até a uma infecção. Além disso, ao roer as unhas, a pessoa leva à boca vários microrganismos que “moram” embaixo das unhas, o que não é exatamente uma coisa saudável de se fazer
– pode ocasionar inclusive problemas estomacais.
Quer mais uma razão para cortar essa mania pela raiz?
Ela desgasta o esmalte dos dentes (predispondo a cáries),
podendo também trazer problemas de oclusão.
Preço alto demais para um hábito tão banal.
Psicólogos afirmam que a onicofagia não é um distúrbio propriamente dito, mas sim um sintoma, ou seja, um sinal de que alguma coisa na vida daquela pessoa que rói as unhas está causando ansiedade, desconforto, angústia.
Fato: uma terapia comportamental pode ajudar, e muito, uma pessoa que está sofrendo com esse problema. A psicóloga Marina Gênova concorda:
“Em casos de muito sofrimento, constrangimento social ou consequências sobre a saúde física, o recomendado é um acompanhamento psicológico”, diz ela. “Psicoterapeuta e paciente podem, juntos, descobrir as causas de tamanha ansiedade. Em alguns casos,
a administração de medicamentos
– prescritos por psiquiatras – pode ajudar, pois diminuindo
-se a ansiedade fica possível trabalhar seus conteúdos e origem no consultório do psicólogo.”Como parar?
A psicoterapia é importante porque vai tratar a causa da vontade de roer as unhas.
Enquanto isso, alguns truques podem ser úteis para cortar o ciclo vicioso do hábito.

Conheça alguns:

*Tome vitamina B.
Estudos indicam que a vitamina B aumenta a atividade da serotonina no cérebro.
A baixa de serotonina é frequentemente associada com problemas do sistema nervoso
*Mantenha as unhas sempre lixadas e pintadas.
Você vai pensar duas vezes antes de roer uma unha tão bem-cuidada e bonita
* Se não der certo o truque do esmalte, invista em unhas postiças.
As de silicone são bem naturais e podem ser usadas curtinhas ou compridas
* Troque a unha por um chiclete, que tal?
É mais gostoso e muito menos perigoso para a sua saúde
* Você pode também tentar um tratamento sugerido pela dermatologista Marjorie:
aplique sobre as unhas um remédio chamado Onymyrrhe, que contém 20% de extrato de mirra, uma resina oleosa que deixa um gosto bem amargo sobre a unha.
O Onymyrrhe é usado também para restaurar a firmeza e combater a fragilidade das unhas. Lave as mãos depois de 3 a 5 minutos da aplicação para remover o excesso do produto e pronto
* Existem outros produtos amargos para aplicar sobre as unhas.
A Avon, por exemplo, tem a Solução para Unhas Roídas, que custa R$ 7.
Postar um comentário

Total de visualizações de página